Romero transforma São João de Campina numa “micareta baiana” regada à “forró de plástico”

Imagem da Internet

Campina Grande conquistou e mantém, até agora, o título de “Maior São João do Mundo” pelo tamanho da festa. Nenhuma outra comemoração junina chega a 30 dias, como ocorre na Rainha da Borborema. Mas, não é só por isso.

Outros requisitos como o Festival de Quadrilhas Juninas, as comidas típicas e as tradições musicais também contribuiram para a expansão do evento.

Os dois primeiros requisitos continuam intactos. Não se pode dizer o mesmo do terceiro.

As raízes musicais estão quase à deriva. Basta uma rápida olhada na programação de 2019. A impressão que se tem é que o prefeito Romero Rodrigues (PSDB) transformou o São João numa “micareta baiana”, com direito à show de abertura de Ivete Sangalo, a Rainha do Axé.

Ivete Sangalo abre São João de Campina (Imagem da Internet)

Depois tem Léo Santana, Beto Barbosa (Rei da Lambada), Avini Vinny (Rei da Sofrência), Zezo (Rei da Seresta), Aldayr Playboy, Marília Mendonça (Rainha da Sofrência), além dos sertanejos Gustavo Lima e Mateus e Kauan.

O chamado “forró de plástico” também ganhou destaque. Wesley Safadão e Xandi Avião puxam o bloco, com direito a altíssimos cachês. Até cantores religiosos foram mais uma vez incluídos na programação.

Mas, artistas como Santana, Alcimar Monteiro e Pinto do Acordeon, representantes autênticos do “forró pé-de-serra”, que deu orígem à festa, não tiveram a mesma sorte. Foram relegados a segundo plano sob o argumento de que “não dá para contratar todo mundo”.

O prefeito não tem culpa. A festa é privatizada, garantem assessores e eleitores apaixonados. Mas, quem privatizou o São João de Campina? Foi Romero Rodrigues. Aliás, entregou a organização da festa a uma empresa não muito “republicana”, como diria o ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), adversário do gestor tucano.

E foi outro adversário do prefeito quem melhor definiu a programação do “Maior São João do Mundo”, anunciada com toda pompa na semana passada. “Pensei que já era fevereiro”, disse o senador e ex-prefeito de Campina, Veneziano Vital do Rego (PSB).

A frase simples, com dose caprichada de ironia, reflete o teor do impacto causado pelas mudanças no conteúdo musical do evento. Quem comparecer à abertura vai se sentir como se estivesse em Salvador, em pleno carnaval.

Veja a programação completa:

7 de junho

Ivete Sangalo, Os 3 do Nordeste, Genival Lacerda, Biliu de Campina, Grupo Folclórico

8 de junho

Flávio José, Calcinha Preta, Avine Vinny, Grupo Folclórico

9 de junho

Walkyria Santos, Geraldinho Lins, Raniery Gomes, Grupo Folclórico

11 de junho

Atos 2

12 de junho

Zezo, Banda Encantus, Alexandre Tan

13 de junho

Dorgival Dantas, Waldonys, Amazan

14 de junho

Léo Santana, Capilé, Gegê Bismarck, Grupo Folclórico

15 de junho

Xand Avião, Coroné Grilo, Loirão, Forró Coco Seco, Grupo Folclórico

16 de junho

Joelma, Bonde do Brasil, Aduílio Mendes, Grupo Folclórico

18 de junho

Padre Antônio Maria, Padre Nilson Nunes

19 de junho

Beto Barbosa, Rita de Cássia, Geovane Júnior, Banda Palov

20 de junho

Matheus e Kauan, Jonas Esticado, Tulio Milionário

21 de junho

Dilsinho, Ramon Schnayder, Ton Oliveira

22 de junho

Gusttavo Lima, Eliane, Wawa Pinho, Grupo Folclórico

23 de junho

Elba Ramalho e Convidados, Grupo Folclórico

24 de junho

Nando Cordel, Fabiano Guimarães, Natan Vinícius, Gabriel Caminha

25 de junho

Atos 2

26 de junho

Aldair Playboy, Pedrinho Pegação, Thales Lessa

27 de junho

Batista Lima, Katia Cilene, Mexeville

28 de junho

Breno e Caio César, Cleber e Cauan, Forró da Resenha, Gitana Pimentel, Grupo Folclórico

29 de junho

Alceu Valença, Fellipe Warley, Iorranes, Grupo Folclórico

30 de junho

Gabriel Diniz, J.M Puxado, Stela Alves, Grupo Folclórico

2 de julho

Tonny Alisson, Celiony David, Camila Holanda

3 de julho

Cavaleiros do Forró, Bob Léo Mercadoria, Forrozão Karkará

4 de julho

Márcia Fellipe, Luan Estilizado, Samya Maia

5 de julho

Mano Walter, Gianini Alencar, Saia Rodada, Grupo Folclórico

6 de julho

Wesley Safadão, Eric Land, Donas da Farra, Grupo Folclórico

7 de julho

Marília Mendonça, Niedson Lua, Maria Clara, Tony Dumond, Grupo Folclórico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor