Com “aval” do prefeito de Campina Grande, Cássio volta a ser inserido na sucessão estadual de 2022

Imagem Reprodução da Internet

O ex-senador Cássio Cunha Lima andava fora dos comentários políticos desde 2018, quando perdeu a reeleição e decidiu se dedicar aos negócios na iniciativa privada. Seu primo Bruno Cunha Lima pouco falou sobre a sucessão estadual de 2022, após ser eleito prefeito de Campina Grande, ano passado, priorizando o discurso administrativo de combate à pandemia de covid-19.

Havia, portanto, algo estranho no processo. A ausência de uma das maiores lideranças polîticas do Estado e do comandante do segundo maior colégio eleitoral paraibano.

Coube a Bruno recolocar as coisas em seu devido lugar. Em entrevista à imprsa da capital, esta semana, o prefeito campinense “soltou a lingua”, mostrando que não ficará de fora do processo e reinserindo Cássio em definitivo na sucessäo estadual do ano que vem.

Bruno Cunha Lima (Imagem Reprodução/PortalCorreio)

Embora não tenha poupado elogios ao ex-prefeito Romero Rodrigues, Bruno deixou claro que Cássio “está vivo”, até mesmo para disputar o Palácio da Redenção.

O pronuncoamento do prefeito foi encarado como um “aval” para que o primo, caso dedeje, trabalhe para conquistar a indicação do grupo, no mesmo patamar de Romero. Em outras palavras, Bruno deixou claro que o grupo Cunha Lima não tem apenas uma opção para concorrer à sucessão estadual.

Não se sabe ainda se isso “era tido que Cásso queria ouvir”. O ex-senador, embora instadp a se prounciar, mantém o silêncio. Ele tem outras alternativas para avaliar, como tentar voltar ao Senado ou até disputar vaga na Câmara Federal, onde também já esteve.

Cássio parece sem pressa para decidir. Além de faltar ainda mais de um ano para a eleição, o tucano sabe que não pode mais errar. Uma nova derrota poderia signicar o fim de uma das mais bem sucedidas carreiras politicas da Paraíba.

Desta vez, o tempo conspira a seu favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor