Em visita ao Butantan, Ruy Carneiro defende apoio político para fortalecer o instituto

Com 120 anos de pesquisas na área da saúde, é graças à produção do Butantan que o Brasil tem conseguido garantir mais vacinas para imunizar a população contra o coronavírus. Por isso, é fundamental fortalecer o trabalho do Instituto neste ano e nos próximos. A opinião é do deputado federal paraibano Ruy Carneiro, que teve nesta quinta-feira (15) uma longa reunião de trabalho com a diretoria da entidade, em São Paulo.

“O Butantan é estratégico para o desenvolvimento do Brasil e para proteger a população neste momento e no futuro, quando novas pandemias poderão atingir o nosso país”, disse Ruy. “Temos que atuar no Congresso Nacional e no governo federal para que o instituto seja fortalecido”, afirmou Ruy, ao lado dos diretores da instituição Dimas Covas, Rui Curi e Paulo Capelo. “Precisamos estar prontos para dar respostas a problemas como este da pandemia sem depender de nenhum outro país”, acrescentou.

O Butantan fabrica atualmente a CoronaVac com compostos produzidos na China, mas vai passar a produzir em breve uma nova vacina, por meio de cooperação, a partir das cepas do vírus identificadas em Manaus e no Rio de Janeiro. Além disso, atualmente, todas as vacinas contra a gripe que estão sendo aplicadas no Brasil, são cerca de 80 milhões de doses, foram desenvolvidas no Butantan. “É neste laboratório que está em fase de finalização uma vacina contra a dengue, que também será uma grande vitória brasileira”, ressalta. Além disso, o Butantan já produz vacinas contra a raiva, tétano, difteria, coqueluche, hepatites A e B, além de HPV e soros.

Ruy assumiu o compromisso de reabrir no Congresso Nacional os debates sobre as Parcerias para o Desenvolvimento Produtivo (PDPs), a legislação específica para o desenvolvimento tecnológico e de inovação na área da saúde. “Precisamos modernizar a legislação porque a tecnologia avança muito rapidamente, mas as leis não acompanham, impedindo um avanço ainda maior”, afirmou Ruy.

Com Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O blog não se responsabiliza pelo conteúdo exposto neste espaço. O material é de inteira responsabilidade do seu autor